Contribua para a Preservação das Turfeiras em Campos dos Goytacazes: Doe Agora

_fb69e1ac-de09-449a-908b-2914e16c0d3b
brasilcarbonoclimaGoitacamudançasclimaticasmusicaPovos Indigenas

Projeto de Resgate Cultural, Histórico e Sócio-Ambiental: “Aldeia Goitacá

O objetivo deste projeto é resgatar e valorizar as memórias, os hábitos, as práticas, os valores e pensamentos dos antigos Goitacá e seus descendentes ou parentes, promovendo a preservação cultural e ambiental.
 

Cultura Material

1. Cerâmica da Tradição Una: Reproduzir peças de cerâmica seguindo os achados arqueológicos, destacando formas, padrões e funções.

2. Artesanato – Colares: Confecção de colares com miçangas, sementes, conchas e vértebras de tubarões (ou materiais similares), inspirados nas escavações arqueológicas no sítio do Caju.

3. Aljava, Arcos e Flechas: Produção de aljavas, arcos e flechas, replicando os métodos tradicionais de fabricação. 

4. Desenhos e Pinturas: Criar desenhos e pinturas de indígenas entesando o arco, cercando tubarão, nadando em direção às choças lagunares ou saindo delas, etc – todas as ilustrações baseadas nos relatos históricos de Simão de Vasconcelos (1658). Saudação Goitacá – Ilustrações: Desenhos e pinturas que retratam a saudação Goitacá de tocar ou cruzar os arcos, a dança de boas-vindas dos Goitacá-Guaçu (VASCONCELOS, 1658) e os saltos acrobáticos dos Goitacá da Aldeia da Ilha do Pontal do Capivari (MALDONADO; PINTO, 1893).

4.1 Grafismo dos Povos Jê: Produzir obras que mostram os grafismos tradicionais dos povos Jê, incluindo círculos, pontos e traços paralelos. 

5. Jangadas e Redes de Pesca: Reconstruir jangadas tradicionais usando técnicas e materiais locais.  Redes de Pesca: Fabricação de redes de pesca e pesos de rede seguindo os achados arqueológicos e o roteiro de viagem dos sete capitães (MALDONADO; PINTO, 1893). 

6. Artesanato com Fibras Naturais – Taboa e Fibras de Palmeiras: Produção de cestos, esteiras,  pequenas choças e outros artefatos utilizando a taboa e matéria-prima extraída das palmeiras.

6.1 Cordas de Tucum: Fabricação de cordas com folhas de tucum para uso em arcos e outras amarrações.

Metodologia

1. Oficinas – Promover oficinas com artesãos e descendentes Goitacá para ensinar e disseminar técnicas tradicionais de fabricação. – Utilizar tecnologias modernas para criar réplicas precisas de artefatos antigos.

2. Exposições e Eventos – Organizar exposições para apresentar os resultados do projeto, incluindo peças de cerâmica, artesanato, pinturas etc

3. Educação e Sensibilização – Desenvolver materiais educativos e atividades interativas, para escolas e comunidades. – Sensibilizar a população sobre a importância da preservação cultural e ambiental através de campanhas e palestras.

Resultados Esperados – Preservação Cultural: Resgate e valorização das tradições culturais dos Goitacá, promovendo seu reconhecimento e respeito. – Educação e Conscientização: Aumento do conhecimento sobre a história e cultura dos Goitacá entre jovens e adultos. – Desenvolvimento Sustentável: Incentivo ao uso sustentável de recursos naturais locais, promovendo o artesanato e o turismo cultural.

   Esse projeto busca não apenas a preservação cultural, mas também a integração social e ambiental, promovendo um desenvolvimento sustentável baseado na valorização do patrimônio imaterial dos Goitacá.

Referências

 1- VASCONCELOS, Simão de. Vida do P. Joam d’Almeida da Companhia de Iesu, na Provincia, composta pello padre Simão de Vasconcellos da mesma Companhia, provincial na dita provincia do Brazil. Dedicada ao Senhor Salvador Correa de Sá, & Benavides dos Conselhos de Guerra, & Ultramarino de Sua Magestade. Lisboa: Oficina Craesbeeckiana, 1658. Disponivel em: https://digital.bbm.usp.br/handle/bbm/671. Acesso em 13 junh. 2024.

2- MALDONADO, Miguel Ayres e PINTO, Jozé de Castilho. Descripção que faz o Capitão Miguel Ayres Maldonado e o Capitão Jozé de Castilho Pinto e seus companheiros dos trabalhos e fadigas das suas vidas, que tiveram nas conquistas da capitania do Rio de Janeiro e São Vicente, com a gentilidade e com os piratas n’esta costa. Revista do Instituto Histórico e Geographico do Brasil, tomo LVI. Rio de Janeiro: Companhia Typographica do Brazil, 1893. Disponível em:https://books.google.com.br/books?id=AGFKAQAAMAAJ&newbks=1&newbks_redir=0&printsec=frontcover&hl=pt-BR&source=gbs_ge_summary_r&cad=0#v=onepage&q&f=false . Acesso em 13 junh. 2024.

AboutReynaldo Rosa
Graduado em Sistemas para Internet pela Universidade Cruzeiro do Sul, com ênfase em preservação ambiental. Durante minha formação, desenvolvi uma paixão por encontrar soluções inovadoras para os desafios ambientais que enfrentamos. Atualmente, atuo como desenvolvedor de sensores de baixo custo especializado em medir os níveis de Gases de Efeito Estufa (GEE) tanto no solo quanto na água. Através de uma variedade de cursos, aprimorei meu conhecimento em emissões de gases e desenvolvi uma expertise em utilizar sensores MQ-35, comumente empregados em câmaras de gases móveis. Meu trabalho consiste em obter com precisão em tempo real a quantidade de emissões de GEE, levando em consideração variações de temperatura, umidade e clima. Este trabalho é parte integrante do projeto "Turfeiras Vivas" em Campos dos Goytacazes, que lidero com dedicação. Nosso foco é a conservação e revitalização dos ecossistemas de turfeiras, uma missão que considero essencial para o equilíbrio ambiental.

Comments(02)

  1. Ola Reynaldo, achei muito interessante e gostaria de entender mais sobre seu projeto de resgate cultural dos Goytacas

    Reply
    • Márcia, nossa fazenda experimental na antiga Lagoa Colummins será o palco para a construção de uma réplica de uma aldeia Goytacá. Lá, pretendemos realizar todos os processos descritos nesta postagem. Acreditamos que a história pode ser reconstruída através de condicionantes e possibilidades.

      Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *